Altura de Modelo e as Dificuldades de quem está Começando!
fundo parallax

Carreira de Modelo – Perseverança Contra as Adversidades

1 de agosto de 2018
carreira-de-modelo-profissional
Carreira de Modelo – Um Processo de Evolução Contínuo
25 de julho de 2018
modelo de sucesso
Carreira de Modelo – Uma Perspectiva Diferente de Sucesso!
8 de agosto de 2018

 

A Importância da Informação

Quando estamos começando na carreira de modelo, toda dica e orientação confiável é válida. Não importa a cidade onde moramos – nós precisamos analisar muito bem o que realmente pode nos agregar como modelo, pois tem muita gente querendo só vender cursos e fazer books e nós acabamos gastando bastante onde não deveria. Eu passei por algumas situações chatas e é sobre isso que vou falar hoje aqui.

 

Altura de Modelo!

altura de modelo
 
Meu nome é Bruna Winck. Nasci em Porto Alegre, tenho 22 anos e desde pequena sempre gostei muito de tirar fotos. Eu não me achava tão bonita, mas gostava de encontrar meus ângulos. Eu também era muito ligada nos desfiles nacionais e internacionais (acho que quando eu tinha uns 14 anos eu sabia muito mais das tendências da moda do que sei hoje!).

Por essa época também fui convidada a fazer um curso de modelo que sinceramente hoje vejo que não me agregou muito pelo preço que paguei. Pouco depois, um olheiro me viu em um shopping e me chamou para fazer parte de um casting da agência onde ele trabalhava… Porém, foi mais uma circunstância na qual realmente não tive retorno.

Nessa época, acredito que já tinha uns 15 ou 16 anos e mais ou menos a mesma altura que tenho hoje (1,63m). Quando comecei a tentar ser modelo, nesses primeiros testes, ouvia comentários do tipo “vem de saltão na próxima vez que tu vieres aqui”. Acabei voltando mais uma vez ou outra e, nitidamente, eles nem lembravam mais que eu existia. Então, eu liguei para a agência e disse que eu não queria mais fazer parte. E, pela forma como me responderam, eu acho que eu já nem fazia mais parte.

 

É Tudo Furada

altura de modelo model to model
 
Com esses acontecimentos e decepções, minha família começou a se desacreditar com os gastos. Toda vez que eu ia em uma nova agência ou produtora, meus pais se preocupavam com os possíveis custos com o material que poderiam me pedir. Meus pais começaram a achar que tudo era furada.

Porém, meu sonho de ser modelo não morreu – apesar das frustrações, ele só crescia. Fui em agências daqui de Porto Alegre e a maioria delas me deu um “não” por causa da minha altura. Outras que me aceitaram, queriam que eu fizesse um book supercaro – mas eu sabia que não podia fazer isso novamente sem conhecer bem a agência.

 

O Sonho que não Morreu

altura de modelo model to model 2
 
Em 2013, comecei uma faculdade de Engenharia de Produção na UFRGS (sempre gostei muito de números), e nisso meu tempo se limitou bastante, e eu já não podia me jogar de cabeça na carreira de modelo.

Mas, mesmo durante minha faculdade, eu sempre postei muitas fotos nas redes sociais e sempre ia à busca de contatos. Assim, pude desfilar para algumas marcas e também fazer fotos para um editorial.

Me formei em abril de 2018 na faculdade e, bem nessa época, fui indicada pelo Paulo Guerra (jornalista de moda do blog Mandando Bem) para a Vanessa Fernandes, da Rogue Agency. Agora faço parte do casting da Rogue! #mandajobs

Agora, estou fazendo várias parcerias e ensaios autorais com fotógrafos. Estou conseguindo um material muito legal – ah, estou amando o que faço! Conheci muita gente bacana, mas ainda tem muitos profissionais com quem eu adoraria trabalhar. Sei que tenho muito caminho pela frente, porque eu estou a recém começando. Mas, finalmente, posso dizer que hoje sou uma modelo profissional.

 

Fica a Dica

altura de modelo model to model 3
 
A dica que deixo para vocês hoje é que cuidem muito com quem vocês se envolvem profissionalmente. Busque conhecer muito bem a agência antes de assinar qualquer coisa e duvide sempre que lhe pedirem para gastar valores altos com books e afins. Eu me frustrei com agências e profissionais desonestos até encontrar a agência que estou hoje.

Assim como a minha, existem agências corretas e confiáveis. Então não desista! Procure, peça indicações e vá atrás de informações sobre elas. Com a internet e as redes sociais hoje isso é bem mais fácil. Fico muito feliz em não ter desistido do meu sonho. Por isso quero te dizer: não desista dos seus! Se você sente que esta é a vida que você quer, vá atrás porque é possível! Contate pessoas relacionadas ao meio da fotografia e moda, elas vão te ajudar a abrir caminhos.

E não deixe que os outros digam que você não pode por isso ou aquilo. Claro que existem padrões físicos e que o mercado é exigente. Mas eu sou considerada uma modelo baixa, e trabalho bem para o mercado daqui! É muito mais sobre encontrar os seus ângulos e saber trabalhar com o corpo que você tem! Você saberia dizer que eu não tenho mais de 1,70m pelas minhas fotos? 😉

Só tenho a agradecer a todos que não me deixaram desistir, ajudando a promover meu trabalho, me indicando para fotógrafos e marcas, me abrindo oportunidades. Quero também deixar um elogio ao blog Model to Model – é um trabalho fantástico ajudar quem realmente é ou quer ser modelo. Existe muita informação solta por aí, mas vejo que o que vocês disponibilizam aqui é concreto e confiável. Com certeza o Blog está ajudando muita gente!

Um beijão,

😉

Bruna Winck
Bruna Winck
Olá, meu nome é Bruna Winck, trabalho como modelo a mais de 7 anos. Sou apaixonada pela minha profissão e tenho certeza que irei modelar por muito tempo ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *